Deseja contratar uma consultoria no segmento de construção? 

Área do Cliente

Qual a melhor forma de contratar uma consultoria no segmento de construção?



01 de agosto de 2017

Qual a melhor forma de contratar uma consultoria no segmento de construção?

Escolher o tipo de consultoria adequado à sua empresa pode ser uma tarefa complexa, dependendo de vários fatores internos: sua infraestrutura, seus recursos financeiros e a dispersão de seu pessoal em filiais são alguns deles.

Portanto, é preciso realizar um estudo prévio das opções e optar por aquela que mais se encaixa no perfil de sua empresa, para evitar que o investimento realizado não se perca por falta de adequação.

Confira, no post de hoje, os tipos de consultoria e treinamento existentes, para que você comece a conhecer e escolha a melhor opção para seus colaboradores.

Os tipos de consultoria disponíveis e suas subdivisões

As consultorias, a princípio, podem ocorrer de forma remota ou presencial. Antes de elencar vantagens e desvantagens de cada método, entenda que isso é relevante ao considerar seus aspectos e peculiaridade, como dissemos no começo do texto.

Dentro desses dois tipos, há formas diferentes de realizar esse treinamento, a saber:

  • Consultorias presenciais:
    • Treinamento dado por empresa contratada especializada na área;
    • Treinamento realizado por funcionário da casa, expert no tema (on-the-job);
  • Consultorias remotas:
    • Treinamento realizado em plataforma EaD (Educação à distância), disponibilizado por empresa contratada, especializada na área.

Vamos conhecer cada um, detalhadamente:

As consultorias presenciais

Os treinamentos presenciais

Os treinamentos presenciais são dados por um instrutor de uma consultoria especializada, geralmente a um grupo de colaboradores, com vistas a aperfeiçoar competências que podem ser de caráter:

  • Técnico: relativas à execução das atividades, como conhecimentos técnicos teóricos ou treinamentos práticos. São alguns exemplos:
    • NR18, sobre Segurança do Trabalho na Construção Civil;
    • NR35, sobre trabalho em altura.
  • Comportamental: relativas ao desenvolvimento de capacidades mais subjetivas, que proporcionam um melhor desempenho de suas atividades, como:
    • Liderança;
    • Trabalho em equipe;
    • Negociação de conflitos.

Raramente um treinamento é voltado apenas a um colaborador, por uma questão de aproveitamento e controle de custos. No entanto, o ambiente pode diferir em dois casos:

  • Treinamentos in company, que ocorrem dentro da empresa, com toda a infraestrutura física ficando sob sua responsabilidade, apenas com a consultoria cedendo o profissional, material e outros materiais para a apresentação como projetores, notebook do palestrante, flipcharts etc.
  • Treinamentos out company, dados em ambiente externo e cujas condições de cessão variam, de acordo com o contrato firmado com a consultoria. Podem ser dados em hotéis, auditórios, espaços alugados ou no espaço da própria consultoria.

Vantagens dos treinamentos presenciais

A maior vantagem do treinamento presencial é o foco na atividade: não há dispersão, pois o ambiente é isolado, com horário predeterminado e colaborador já delegou suas demandas a outro, sabendo que estaria indisponível. Assim, ele garante que não haverá interrupção.

Desvantagens dos treinamentos presenciais

Por outro lado, os custos costumam ser bem maiores. Mesmo que todo o material, coffebreak e outras minúcias estejam a cargo da consultoria, certamente elas vão fazer diferença no valor do contrato.

Os treinamentos on-the-job

Treinamentos on-the-job, como já dissemos, são dados por profissionais da casa. Se, eventualmente, no corpo de funcionários há alguém que detém o conhecimento necessário aos demais, ele pode ser o responsável por repassá-lo, sem necessidade de uma consultoria externa.

Vantagens dos treinamentos on-the-job

As vantagens mais evidentes desse tipo de treinamento são a redução de custos e a disponibilidade constante do profissional que, depois do treinamento, está acessível aos colegas por tempo indeterminado para tirar dúvidas e dar feedbacks sobre a aplicação prática do que foi aprendido, sempre que necessário.

Desvantagens dos treinamentos on-the-job

Por outro lado, um colega pode ser “próximo demais” dos outros. Nesse caso, há um certo comprometimento do aprendizado que, talvez, não seja levado tão a sério. É preciso trabalhar bastante com as equipes essa questão para que fiquem de lado as brincadeiras habituais entre colegas e o foco necessário seja mantido.

Também é preciso garantir que a atuação do funcionário que será o palestrante esteja isenta de vícios nocivos à cultura organizacional pois ele, naturalmente, vai ensinar os colegas a realizar suas atividades da mesma forma que ele mesmo as realiza, ou seja: além de suas melhores práticas, esses vícios serão transmitidos dentro da companhia.

Além disso, a empresa necessita encontrar alguma forma de validar o treinamento; seja para constar no currículo do profissional que participou como ouvinte, seja para atender aos requisitos legais do seu setor. A certificação tem um custo e tem que preencher certos requisitos para ter validade, portanto, em alguns casos, o treinamento on-the-job nem poderá ser aplicado.

As consultorias remotas (Plataformas EaD)

O aprendizado EaD vem ascendendo tanto na formação acadêmica, como na qualificação e aperfeiçoamento profissional. Não é à toa que muitas empresas aderiram a universidades corporativas para promover o aprimoramento de suas equipes.

Por meio de recursos online em ambientes internos (intranet) ou externos (internet), como videoconferências, videoaulas, chats etc., o funcionário realiza os treinamentos exigidos (ou desejados).

Vantagens das plataformas EaD

As maiores vantagens de treinamentos EaD são:

  • A redução de custos, posto que não será necessário mais que o computador, o acesso à rede e o colaborador pode realizar seus cursos no seu próprio ambiente de trabalho;
  • A flexibilidade de horários, que permite que o funcionário prossiga com o aprendizado nos horários mais vagos de seu expediente, sem que a companhia tenha que parar um expediente inteiro para treinar seu corpo de colaboradores.

Desvantagens das plataformas EaD

Por outro lado, o aprendizado pode ficar comprometido, visto que depende especialmente da atenção do colaborador, que pode se dispersar com outros assuntos ou parar com frequência para atender às solicitações de colegas e gestores, perdendo o foco do conhecimento.

Ciente das vantagens e desvantagens de cada modalidade, é possível agora ter uma visão mais clara do tipo de consultoria que mais se adequa ao perfil de sua empresa.

Já foram realizados treinamentos com seus colaboradores? Compartilhe conosco sua experiência e dificuldades enfrentadas: deixe um comentário!



Noticias relacionadas

Obrigações X Benefícios do empreiteiro

Descubra porque o mercado de construção civil necessita de Software ERP

Utilizar ERP na construção civil, além de facilitar a gestão da empresa, deixa tudo mais claro para tomadas de...

Saiba mais!
Reduzir a inadimplência na construção civil: desafio superável

Descubra a importância do fluxo de caixa para a construção civil

O bom gerenciamento financeiro pode ser a diferença entre um negócio em que a construtora pagou para trabalhar e um...

Saiba mais!
Descubra como tornar seu atendimento mais eficaz no mercado de construção civil

Descubra como tornar seu atendimento mais eficaz no mercado de construção civil

O mercado da construção oferece excelentes oportunidades de negócio, mas como em qualquer segmento, precisa de investimentos e boas...

Saiba mais!

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 1000 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil


Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: