Como funciona a manutenção de equipamentos na construção civil?

Área do Cliente

Como funciona a manutenção de equipamentos na construção civil?



23 de janeiro de 2018

Quem lida com o setor de construção civil sabe muito bem que a manutenção dos equipamentos de obra é um procedimento imprescindível.

Maquinários e equipamentos em condições adequadas são extremamente importantes para que o andamento da obra siga como o planejado, os prazos sejam cumpridos e a produtividade seja garantida.

A manutenção dos equipamentos é um dos fatores mais relevantes a serem considerados no planejamento de qualquer obra. Além de garantir um bom serviço, reduz riscos à segurança dos trabalhadores, ela agiliza o tempo de entrega e garante que os resultados almejados sejam alcançados.

Riscos e defasagens que se refletem na manutenção dos equipamentos

Caso os equipamentos não estejam no estado ideal para operar, por conta da ausência de manutenção ou de um serviço de má qualidade, uma série de problemas podem ser desencadeados, como:

  • Redução da produtividade da obra e dos funcionários;
  • Redução na qualidade do serviço;
  • Aumento no tempo de produção e prazos atrasados;
  • Aumento de custos;
  • Maior risco de acidentes;
  • Entre outros problemas.

Além de colocar a saúde e até mesmo a vida dos trabalhadores em risco, a falta de manutenção adequada nos equipamentos podem causar sérios prejuízos à construtora. Pois acidentes de trabalho resultam em paralisações no canteiro e indenizações.

Para que você possa ter uma dimensão da realidade, a Previdência Social estima que o setor de construção civil perde pelo menos R$ 71 bilhões em prejuízos decorrentes de afastamentos e indenizações por conta de acidentes de trabalho.

Os afastamentos causados por acidentes representam 9% do orçamento da folha salarial anual, além do incremento de custos hospitalares, somam um alto valor para as construtoras.

Mas a integridade física dos operários é inestimável. Por isso, é muito importante realizar uma manutenção adequada dos equipamentos e mantê-los sempre em perfeitas condições.

Conheça as três categorias de manutenção de equipamentos

É importante ressaltar que não há apenas um tipo de manutenção. Existem três categorias que se complementam durante todo o procedimento, com o intuito de obter os melhores resultados e evitar prejuízos ou defasagens no canteiro de obras.

São elas:

1. Preditiva

Nessa categoria, o intuito é prever falhas, prejuízos e problemas, por meio da análise dos equipamentos e da operação. Uma revisão completa em todos os componentes é realizada para descobrir se há alguma troca de peças ou manutenção que precisa ser feita ou se existem problemas nos equipamentos e maquinários.

Diversos procedimentos são realizados para identificar necessidades de manutenção. A medição de vibração dos equipamentos, por exemplo, pode informar se existem peças para serem substituídas.

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DO BIM PARA CONSTRUÇÃO

2. Preventiva

Essa categoria geralmente é realizada durante as obras. Uma paralisação de curto período no canteiro de obras com o desligamento dos maquinários pode prevenir uma série de problemas.

As máquinas são desligadas para sejam feitos procedimentos como:

  • Trocas;
  • Reparos;
  • Lubrificação de peças;
  • Avaliação de componentes elétricos e hidráulicos;
  • Limpeza dos equipamentos.

3. Corretiva

Nem sempre é necessário realizar essa etapa. Geralmente, ela só é necessária quando as duas primeiras categorias de manutenção não foram trabalhadas corretamente.

Consequentemente, a manutenção corretiva é a que mais gera custos para a empresa, já que é direcionada para corrigir falhas quando a obra já foi iniciada, paralisando toda a operação.

Equipamentos danificados que precisam ser reparados, geram mais custo e consomem mais tempo. Além do fato de que esses problemas costumam ocorrer em situações de emergência.

Um bom planejamento permite total controle da situação

Um eficiente software de gestão de construtoras, incorporadoras e imobiliárias pode ser a solução ideal para realizar um bom planejamento e evitar que sua empresa perca o controle da obra.

Uma boa gestão ajuda a evitar gastos desnecessários, dores de cabeça, acidentes de trabalho, atrasos na entrega de obras, entre uma infinidade de problemas.

Quer saber o que mais um software de gestão em construção civil pode fazer por sua empresa? Então entre em contato com a Globaltec!



Noticias relacionadas

Treinamento no canteiro de obras pode reduz os gastos com o projeto

Treinamento no canteiro de obras pode reduzir de 20 a 25% os gastos com o projeto

Você sabia que pode reduzir até 25% dos gastos com o projeto, investidndo em treinamento no canteiro de obras?...

Saiba mais!
Como contratar uma empreiteira para sua construtora?

Como contratar uma empreiteira para sua construtora?

Quem vai construir ou reformar precisa focar em algumas questões antes da contratação para que a empreitada aconteça da...

Saiba mais!
4 dicas para evitar fluxo de caixa instavel

4 dicas para evitar fluxo de caixa instável

Um fluxo de caixa instável e um controle desorganizado podem ser fatais para um negócio, levando-o, em alguns casos, a uma...

Saiba mais!

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 1000 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil


Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: