fbpx

Área do Cliente

Descubra a importância da sustentabilidade na obra



14 de maio de 2019
Sustentabilidade na obra

Sustentabilidade é uma das palavras mais comentadas, porém, menos compreendidas no mundo. Seu significado é muitas vezes obscurecido por interpretações diferentes e por uma tendência para o assunto ser tratado superficialmente. E a sustentabilidade na obra, você conhece?

Para a maioria das empresas, países e pessoas que levam o assunto a sério, o conceito de sustentabilidade abrange a preservação do meio ambiente – assim como questões críticas relacionadas ao desenvolvimento, como uso eficiente dos recursos, progresso social contínuo, crescimento econômico estável e a erradicação da pobreza.

Os edifícios que são construídos todos os dias têm a capacidade de contribuir significativamente para um futuro mais sustentável para o nosso planeta. Acredita-se que os edifícios construídos nos países desenvolvidos representem mais de 40% do consumo de energia ao longo de sua vida útil (incluindo a produção de matéria-prima, construção, operação, manutenção e descomissionamento).

Adicione a isso o fato de que, pela primeira vez na história da humanidade, mais da metade da população mundial vive em ambientes urbanos e está claro que os prédios sustentáveis se tornaram alicerces vitais para garantir a viabilidade ambiental, econômica e social a longo prazo.

Pensando em todas essas questões, elaboramos este artigo para apresentar a sustentabilidade na Construção Civil, como ela pode contribuir ainda mais para uma sociedade melhor e consequentemente um mundo melhor.

A construção sustentável envolve a todos

A maneira mais simples de entender a construção sustentável é notar quem são as partes interessadas em um determinado projeto. Se a sua empresa for contratada para construir um edifício, já existem vários interessados envolvidos.

O cliente, sua empresa e o governo local que regula a construção nessa área são todos os interessados que influenciarão o processo e os resultados do projeto. Se queremos que um projeto seja sustentável, devemos envolver todas as partes interessadas nele.

Diferencial na sociedade e consequentemente no mercado

Primeiro, precisamos pensar sobre a comunidade. Se construirmos usando um processo que sabemos que gera muito lixo tóxico, sabemos que é necessário descartá-lo em algum lugar. As pessoas que vivem lá podem ser afetadas com isso.

Sendo assim, se considerarmos essas pessoas como partes interessadas importantes, temos que encontrar uma maneira de construir algo que demonstre nossa preocupação com todos.

Em segundo lugar, precisamos pensar sobre o meio ambiente. Se nossas metodologias usarem quantidades excessivas de fontes de energia não renováveis ou produzirem muitos resíduos, certamente prejudicaremos o meio ambiente.

Se valorizamos a preservação ambiental, é crucial que usemos metodologias que promovam isso, ou que busquemos outros meios de compensar o dano que estamos causando criando um benefício de outra maneira. Construção sustentável significa que há mais interessados em jogo do que aqueles que investem dinheiro no projeto.

E por fim, se a construção civil se preocupa dessa forma com todos os envolvidos e não só com quem investiu dinheiro no projeto, ela se mostra muito a frente de outras empresas no mercado.

Quem não quer investir, morar ou até mesmo ser vizinho de um edifício onde tudo foi planejado e realizado para favorecer todos aos seu redor?

Sustentabilidade na obra também é lucro

Há grandes benefícios em investir em tecnologias sustentáveis quando se trata de construção. O atual padrão da indústria para construção sustentável é a construção LEED. Liderança em Energia e Design Ambiental tem sido o padrão para práticas de construção sustentável desde a sua criação em 1994.

Ela promove um sistema de construção sustentável que vai além dos códigos mínimos de construção para garantir que os novos edifícios não serão apenas funcionais hoje, eles também serão sustentáveis no futuro, energeticamente eficiente e feitos com materiais de origem responsável.

Construtores que investem nas mais recentes tecnologias sustentáveis no processo de construção podem recuperar esses custos ao longo do tempo na forma de custos de operação de construção diminuídos como resultado de uma maior eficiência energética.

BIM como forma de construção sustentável

A tecnologia em torno do design e modelagem de informações de construção, ou BIM, pode revolucionar a maneira como construímos. O BIM está se tornando cada vez mais preciso e pode ajudar com os cálculos necessários de material e tempo.

Isso pode reduzir a quantidade de compras de empresas de material de construção em excesso e melhorar a construção geral do edifício. As informações que as empresas de construção podem obter desses modelos aperfeiçoam a construção geral e levam a práticas de construção melhores e mais eficientes, que reduzem os recursos necessários.

Porque não são apenas os recursos físicos usados na construção do edifício, são também os recursos que entram na cons. Recursos como gás e eletricidade podem ser salvos por meio de processos de construção mais eficientes.

A construção modular também é sustentável

A pré-fabricação na construção é considerada ecologicamente correta. A construção modular é o processo de fabricação de unidades dentro de uma “fábrica”, e não no local. Assim, uma fábrica de construção modular, pode construir quase todos os elementos necessários e enviá-lo para o local onde é montado.

O grande benefício é que as unidades são fabricadas dentro de uma unidade da empresa, portanto, qualquer excesso não é descartado. Em vez disso, ele pode ser reciclado e reutilizado em outra unidade. A pré-fabricação também permite uma construção mais precisa, portanto, há menos material que precisa ser reutilizado.

Por fim, a sustentabilidade na obra vai além do uso de materiais ecológicos e diminuição do desperdício de resíduos. Ela se pergunta como podemos minimizar nosso impacto ambiental no processo de construção e, em certos casos, como podemos compensar o impacto que temos.

A construção sustentável estabelece um padrão elevado quando se trata de cuidado e empatia por todos os envolvidos, e até mesmo que não faz parte dela. Procurando materiais e métodos de construção sustentáveis que sejam neutros em carbono ou que envolvam fontes de energia renováveis agora e no futuro.

Se enveredar para “esse lado” só trará benefícios. É difícil imaginar porque a construção civil demorou tanto para perceber as vantagens da sustentabilidade na obra. Ainda bem que não é tarde, e sua empresa pode trazer o que há de melhor neste segmento. Todos só tem a ganhar, pois o futuro começa agora.

Melhores práticas para gestão de inadimplência

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 900 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil



Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: