6 dicas para fazer uma gestão de compra de forma eficaz para suas obras

Área do Cliente

6 dicas para fazer uma gestão de compra de forma eficaz para suas obras



21 de janeiro de 2020
6 dicas para fazer uma gestão de compra de forma eficaz para suas obras

Quando chega a hora de executar um empreendimento, uma das etapas cruciais para alcançar o sucesso, certamente é uma boa gestão das compras de insumo para a construção.

Portanto, é preciso encontrar maneiras de acompanhar o cronograma físico-financeiro para garantir o bom andamento no prazo, gerenciar o estoque para evitar desperdícios, agilizar a autorização das compras e entregas para evitar que a equipe fique ociosa, controlar o uso de materiais, ter contato direto com os fornecedores.

Tudo isso evita prejuízos, melhorando não apenas a saúde financeira da sua empresa, como também pode ser feito em um único lugar de forma integrada: com um sistema para gestão de obra.

Como fazer compras de forma eficaz para obras

Antes de mais nada, o time responsável pelas compras de insumos na sua empresa deve estar por dentro da realidade no canteiro de obras e saber coordenar as decisões práticas com as administrativas. Garantindo assim, a eficiência na execução do empreendimento e do orçamento. Então com algumas dicas é possível auxiliar no processo de fazer compras de forma eficaz para obras, vamos a elas:

Controle todas as etapas de suas obras

Entretanto, de nada adianta trabalhar bem as etapas de estudo de viabilidade, orçamento e projeto se a execução não for acompanhada e organizada da mesma forma. É no dia a dia, na necessidade do canteiro de obra que acontecem as emergências, imprevistos. Ou seja, que está o coração do bom andamento do empreendimento e também onde se encontra o maior desperdício.

Por isso, para organizar a execução, procure garantir um bom apontamento da obra e do setor financeiro. Um software para gestão de obra pode ser uma boa solução para integrar essas áreas. Pois cada profissional alimenta o sistema com os dados referentes ao seu trabalho. Seja no escritório ou no canteiro de obras, permitindo que os gestores tenham uma visão em tempo real do que acontece nas atividades da empresa. Os sistemas mais modernos principalmente, permitem trabalhar por meio de aplicativos de celular que integram os dados ao sistema. Tornando mais fácil a comunicação entre o canteiro de obras e o escritório.

Gerencie o estoque de suas obras de forma inteligente

Gerenciar o estoque de materiais de construção vai desde o processo de compra até a logística de distribuição do que é necessário para cada obra e em que momento. De fato, a falta de gerência no estoque é o que gera as compras de emergência, realocação de insumos e o desperdício – e é também onde o dinheiro vai pelo ralo.

Em primeiro lugar, garanta que sua equipe de compras e de gestão de estoque esteja bem treinada e integrada para evitar o desperdício. O desperdício e perda de materiais de construção pode representar até 8% do custo de obra, de acordo com estudo da Poli USP.

Em síntese, é preciso ter na ponta do lápis o controle dos pedidos e de entrega de materiais, o controle dos fretes e da distribuição para cada obra, controle do estoque pago, controle do estoque físico e financeiro e um ótimo acompanhamento do giro de estoque.

Logo após, o local do estoque deve estar fisicamente preparado e controlado para evitar roubos e a perda de materiais que podem estragar com o tempo ou o mau armazenamento. Como os sacos de cimento, argamassa, tijolos e madeira, por exemplo.

Evite a falta de material na obra e as compras de urgência

A boa gestão de estoque na construção civil não abarrota o canteiro de obras com materiais desnecessários nem deixa o empreendimento ocioso com a falta dos insumos. Pelo contrário, o ideal é uma gestão de estoque Just in time (ou JIT).

O Just in time é um método de gestão de estoque que surgiu na empresa Toyota do Japão, que coordena a produção com base na demanda, fabricando apenas o necessário no momento devido. Na construção civil, isso significa comprar e entregar o material necessário na quantidade devida e na hora certa.

No caso dos insumos com vida útil curta, a boa gestão se torna ainda mais importante. Como esses materiais são passíveis de estragar ou quebrar, é importante que eles cheguem ao seu destino muito próximos ao tempo de uso, mas que também não faltem. Uma vez que o material falta, surgem as compras de urgência. Geralmente são cotadas a um preço mais alto e que muitas vezes significam horas de trabalho desperdiçadas. Ou seja, aumentam os custos da obra.

Tenha um relacionamento eficaz com seus fornecedores

Sem dúvida, um bom mapa de cotação de fornecedores e análise de cotações te ajuda a fechar o melhor negócio para a compra de cada um dos insumos. É interessante aplicar a curva ABC de compras nesse processo, dividindo os insumos em 3 classes:

  • Classe A: de maior prioridade, 20% desses itens correspondem a 80% do valor;
  • Classe B: ainda relevantes, 30% desses itens correspondem a 15% do valor;
  • Classe C: de menor importância, 50% desses itens correspondem a 5% do valor.

Dessa forma, 80% dos recursos estarão alocados em 20% dos insumos considerados mais importantes. Sobretudo, é preciso estar atento para o relacionamento eficaz com os fornecedores, especialmente dos materiais mais importantes, os de Classe A. Já que esses fornecedores precisam garantir uma boa relação entre tempo x entrega x preço x qualidade.

Evite desperdício e relocação de material entre obras

O desperdício na construção civil acontece, em princípio, quando as empresas acabam trabalhando por opção ou ingerência com uma gestão de estoque Just in Case. Ou seja, não conseguem fazer uma previsão correta do material necessário e armazenam uma quantidade a mais de insumos como precaução, no espírito de é melhor que sobre do que falte. Contudo, é melhor que não sobre! Isso significa desperdício de material ou custo extra com logística para relocar aquele estoque ocioso para outra obra.

Além disso, é preciso conhecer as normas NBR 15112 a 15116 que regulam a gestão de resíduos na construção civil. Sendo assim, uma boa gestão de resíduos e reciclagem de materiais de construção diminui o desperdício de materiais, economia para os seus empreendimentos.

Invista em um sistema para gestão de obra

Em outras palavras, um bom sistema de gestão para construção civil integra os dados de várias áreas de uma empresa e de um empreendimento. Dessa forma, você pode coordenar o cronograma físico-financeiro, a gestão de compras e de estoque em um mesmo sistema de forma prática e ágil.

O módulo Suprimento do ERP UAU, por exemplo, viabiliza a administração eficiente de todo o processo de compra, entrega e controle do estoque da obra a partir de suas diferentes necessidades. Utilizando corretamente os recursos disponíveis, você reduz os custos da cadeia de suprimentos agilizando o processo de análise de necessidades. O que com toda a certeza, otimiza em tempo e qualidade todo o processo de compra.

O módulo Suprimentos traz uma análise gerencial do melhor custo-benefício para tomada de decisões, eliminando falhas e atrasos, e concede maior exatidão nas entradas e saídas, levando à eliminação de perdas físicas e financeiras. Conheça algumas das características do UAU Suprimentos:

  • Mapa de cotação multiempresas e multiobras;
  • Indicação da melhor compra;
  • Controle de aplicação de materiais;
  • Histórico de preços;
  • Comparação da melhor compra;
  • Análise de cotação;
  • Simulação de compras;
  • Controle de entrega materiais;
  • Emissão de pedido, mapa de cotação e ordem de compra;
  • Feedback das últimas compras;
  • Controle de frete;
  • Visualização do preço planejado;
  • Controle de estoque pago;
  • Giro de estoque;
  • Controle de estoque físico e financeiro.

Quer controlar o seu estoque com a ajuda do ERP UAU? Fale conosco:
https://www.globaltec.com.br/contato/



Noticias relacionadas

Globaltec realiza palestra em parceria com o Campus Goiânia – IFG

Marcelo Xavier, CEO da Globaltec, está no time de especialistas que vai compartilhar conhecimento com os estudantes do curso...

Saiba mais!
ERP UAU para construção: a importância de um suporte especializado

ERP UAU para construção: a importância de um suporte especializado

O suporte de uma equipe especializada é essencial para o sucesso das empresas, no segmento de construção civil não...

Saiba mais!
Reduzir a inadimplência na construção civil: desafio superável

Descubra a importância do fluxo de caixa para a construção civil

O bom gerenciamento financeiro pode ser a diferença entre um negócio em que a construtora pagou para trabalhar e um...

Saiba mais!

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 1000 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil


Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: