Dicas para realizar um orçamento mais assertivo em sua construtora

Área do Cliente

Dicas para realizar um orçamento mais assertivo



15 de dezembro de 2020

O orçamento de obra é onde o centro das operações da construtoras se concentra: se ele sair de controle, todo o andamento das atividades fica comprometido. Por isso, é importante que sua empresa tenha um bom planejamento de obra, bem estruturado e conte com as ferramentas corretas para fazer o orçamento de obra o mais assertivo possível. Separamos algumas dicas que podem te ajudar, vamos a elas?

Planilhas não são a única opção

A maioria das construtoras utiliza planilhas para gerenciar o planejamento de obras e o orçamento, mas essa não é a única forma! Muitos estão acostumados a copiar e replicar as planilhas, até mesmo sem adaptá-las à situação de cada obra. Você pode fazer diferente e de forma mais precisa com um sistema de gestão especializado no mercado da construção!

O ERP UAU te permite fazer orçamento de obras aplicando a Curva ABC (priorizando os insumos que dão mais resultado), puxar informações diretamente da base de dados da tabela SINAPI, aplicar o cálculo de BDI, fazer apropriação de custos e muito mais! Suas antigas planilhas vão parecer coisa do passado com o nível de controle e assertividade que um sistema de gestão proporciona!

De olho no descarte de materiais

A sobra de insumos é onde se encontra boa parte do desperdício de dinheiro nas obras, mas ela pode ser perfeitamente evitada! Todas as obras, seja o tamanho que tiverem, da pequena reforma ao maior complexo de condomínios, terão alguma sobra de material. O importante é saber o que fazer com o excedente e com os resíduos. Uma boa gestão de estoque aliada a uma boa gestão de compras te permite remanejar os materiais de construção e torná-los úteis em outras obras sem incorrer em grandes custos.

Quanto aos restos de materiais de construção, eles podem facilmente ser reciclados ou vendidos, mesmo que estejam em pequenas quantidades. De acordo com resolução do Conama, é necessário classificar os resíduos da construção em categorias diferentes para que passem pelo devido processo de beneficiamento:

  • Resíduos de Classe A: reutilizáveis ou recicláveis como agregados (ex: telhas, tijolos, fios, etc);
  • Resíduos de Classe B: são os resíduos recicláveis para outras destinações, tais como: plásticos, papel/papelão, metais, vidros, madeiras e outros;
  • os produtos oriundos do gesso;
  • Resíduos de Classe C: resíduos para os quais não há tecnologia que permite a reciclagem/recuperação (ex: resíduos de gesso);
  • Resíduos de Classe D: considerados perigosos e poluentes (ex: solventes, tintas, óleos, contaminados).

Sua empresa faz essa classificação? Qual o destino dos seus resíduos? Um bom gerenciamento de resíduos pode trazer até mesmo lucro com a revenda e diminuir as perdas de insumos. Para evitar gerar muito resíduo, sua construtora pode também optar por técnicas construtivas mais enxutas, como o Lean Construction, por exemplo.

Orçamento detalhado também para reformas

Um erro muito comum na gestão das empresas de construção é pensar que orçamento, planejamento e cronograma só servem para obras novas. As reformas também precisam de organização e controle: são elas que costumam sair do controle e trazer surpresas para qualquer orçamento. Você pode evitar que sua empresa tenha custos inesperados se definir um orçamento com reserva de emergência – afinal, toda reforma tem seus imprevistos. Cada empreitada na construção precisa ser bem gerenciada, não negligencie suas reformas, elas podem ser onde seu orçamento está corroendo!

Orçamento detalhado com BIM

As novas tecnologias de projeto vieram também para tornar os orçamentos de obra ainda mais precisos e controlados, hoje o orçamento com BIM (Modelagem/Modelação da Informação da Construção) é uma realidade que sua empresa já pode – e deve – implementar. Quando os projetistas já trabalham com os softwares que utilizam a metodologia BIM, os orçamentistas podem trabalhar no mesmo modelo detalhando os custos e especificidades de cada material, agregando informações em um único arquivo. Isso evita erros de projeto e orçamento, compatibiliza as informações e torna seu planejamento mais assertivo.

Portanto, um bom sistema de gestão para obras consegue integrar as informações do seu modelo BIM em um ambiente específico para controle de orçamento sem perder nenhuma informação: o ERP UAU está preparado para isso – e muito mais! Conheça nossas soluções para Orçamento de Obras!

contato


Noticias relacionadas

4 sinais que exigem atenção na sua carteira de clientes

4 sinais que exigem atenção na sua carteira de clientes

Vale lembrar que uma carteira repleta de clientes não é sinal de bons resultados. Neste artigo, separamos quatro sinais que...

Saiba mais!

Descubra os benefícios de realizar o orçamento integrado ao BIM

Como ter sucesso na compatibilização entre o projeto e o orçamento? Acesse este conteúdo e descubra as vantagens de...

Saiba mais!

Sistema de engenharia para obras: qual é o melhor para minha construtora?

Já tem bastante tempo que o trabalho dos engenheiros civis e dos demais envolvidos na engenharia de obras migrou...

Saiba mais!

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 1000 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil


Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: