5 indicadores de desempenho essenciais para a construção civil

Área do Cliente

5 indicadores de desempenho essenciais para a construção civil



06 de junho de 2017

5 indicadores de desempenho essenciais para a construção civil

Você já deve ter ouvido falar dos KPIs (Key Performance Indicators) e o quanto são fundamentais para o andamento dos projetos no segmento da construção civil. Mas, afinal, quais são os indicadores de desempenho essenciais para quem lida diariamente com o canteiro de obras?

Essa é a dúvida que vamos esclarecer no texto de hoje, apontando as cinco formas mais importantes de medir o cumprimento das ações, que vão desde o planejamento até a execução de um novo empreendimento. Lembrando que todo tipo de processo dentro desse setor está sujeito a avaliações e monitoramento para atingir os melhores resultados.

IDP (Índice de Desempenho de Produção)

Antes de falar sobre os indicadores individualmente, é preciso entender o objetivo do conjunto de ações. O IDP (Índice de Desempenho de Produção) calcula um resultado geral com base nas respostas obtidas através das seguintes categorias de KPIs:

  • Custo
  • Qualidade
  • Prazo
  • Segurança
  • Meio ambiente

Tudo isso junto fará com que os responsáveis pela gestão administrativa e técnica de uma obra conheçam o andamento de cada etapa, proponham mudanças e atinjam o sucesso pretendido.

1 – Indicadores de custos

Sabemos que o planejamento de uma obra começa com o levantamento de custos, pesquisa de preços de materiais, detalhamento da mão de obra necessária e demais gastos que envolvem a execução do projeto. Porém, também conhecemos a realidade do setor, que constantemente precisa rever o orçamento inicial, fazer adiantamentos e analisar os gastos.

Sem acompanhamento assíduo do que entra e sai em determinado empreendimento, se torna impossível finalizar uma construção pelo preço cotado. Dessa forma, enxergamos a importância do KPI de desvio de custo acumulado, que permite identificar qual a porcentagem de distorções, controlar o estoque e colocar o trabalho nos eixos.

2 – Indicadores de qualidade

Totalmente atrelado ao anterior, esse indicador auxilia na verificação da qualidade dos materiais que foram entregues. O  acompanhamento vai permitir ao responsável checar se as notas fiscais conferem com o pedido, se os materiais estão à altura do padrão estabelecido para aquele tipo de empreendimento, etc.

E se engana quem pensa que os indicadores de qualidade estão atrelados apenas aos materiais. Na verdade, tudo aquilo que está envolvido na construção do projeto é passível de checagem, inclusive a mão de obra e os serviços executados.

3 – Indicadores de segurança

Outro KPI de extrema importância para quem lida diariamente com o canteiro de obras é o de segurança. De acordo com a Justiça do Trabalho, o Brasil é o quarto país com maior número de acidentes de trabalho no mundo, sendo o setor de construção civil um dos principais responsáveis pelo alto índice.

Por esse motivo, acompanhar os dados relacionados aos acidentes e melhorar aspectos de risco são ações que podem fazer diferença, não só para o andamento dos trabalhos, mas também na vida dos seus colaboradores. São exemplo de indicadores de segurança:

  • Sistema de notas para a segurança no canteiro de obras;
  • Frequência de acidentes de trabalho no canteiro de obras,
  • Gravidade dos acidentes de trabalho no canteiro de obras.

4 – Indicadores de prazos

A principal pergunta relacionada a este indicador é se a obra está atrasada ou adiantada? Claro que a base é o planejamento e, se algo estiver diferente, é preciso identificar a fonte do problema. Esses KPIs permitem saber rapidamente o que está deixando os processos defasados e tomar as medidas necessárias:

  • Índice de atividades planejadas e concluídas
  • Desvio de prazo acumulado

Os resultados obtidos podem ser analisados semanalmente para manter o cronograma o mais em dia possível. Além dos colaboradores, como mestre de obras, pedreiros e demais responsáveis técnicos, os indicadores de prazos podem ser compartilhados com os clientes. Essa é uma forma de demonstrar transparência com relação à construção do empreendimento.

5 – Indicadores de impactos ambientais

O último indicador que integra o IDP é o de impactos ambientais. Ter controle da influência do empreendimento na vizinhança e no meio ambiente como um todo é pré-requisito para qualquer projeto. É necessário estabelecer limites e planos para que os impactos relacionados aos resíduos e à utilização da água e da energia sejam minimizados.

Dois indicadores de desempenho específicos para este caso são o de geração de resíduos por metro quadrado de obra e o de litros de água por área construída. São formas de medir o impacto ambiental, assunto de fundamental importância para a construção civil.

Agora que você conheceu alguns dos principais KPIs para controlar seus projetos futuros, leia o nosso artigo sobre a gestão desses indicadores. Afinal, esse pode ser o impulso que faltava para a sua empresa!



Noticias relacionadas

Como impedir que o canteiro de obras se torne um foco do Aedes aegypti

Como impedir que o canteiro de obras se torne um foco do Aedes aegypti

Listamos algumas medidas que devem ser tomadas para evitar que o canteiro se torne um foco do Aedes aegypti,...

Saiba mais!
Como ganhar prêmios no Programa de Indicação Globaltec?

Como ganhar prêmios no Programa de Indicação Globaltec?

De ingressos para o cinema a viagens com a CVC: saiba o que fazer para juntar pontos e ganhar...

Saiba mais!
Veja o que um sistema integrado pode fazer pelo seu departamento financeiro

Veja o que um sistema integrado pode fazer pelo seu departamento financeiro

Softwares para gestão de construtoras podem fazer muito pelo equilíbrio financeiro e melhoria dos processos de seus negócios. 

Saiba mais!

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 1000 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil


Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: