4 dicas para reduzir a alta inadimplência em seu loteamento

Área do Cliente

4 dicas para reduzir a alta inadimplência em seu loteamento



03 de janeiro de 2017

4 dicas para reduzir a alta inadimplência em seu loteamento

A crise política e econômica, os juros altos e as limitações impostas pelos bancos para financiar imóveis são problemas que estão impedindo muitas pessoas de comprarem terrenos e construírem sua tão sonhada residência ou seu ponto comercial. E isto causa um grande impacto nas loteadoras, que acabam fechando menos negócios, levando mais tempo para vender todos os seus lotes e passando por dificuldades devido à inadimplência por parte de quem comprou e não está conseguindo honrar as parcelas. Um software de gestão para loteadoras e imobiliárias pode ajudar muito neste contexto.

Muitas loteadoras têm dado aos compradores a possibilidade de fazer o financiamento diretamente com elas, sem precisar recorrer às instituições financeiras. Elas estão oferecendo taxas de juros mais baixas e condições de pagamento mais flexíveis e precisam se cuidar para não sofrer com o problema de inadimplência. A seguir, daremos algumas dicas que ajudarão a driblar esse problema. Confira:

4 dicas para reduzir a inadimplência nos loteamentos

1. Submeta os compradores à análise de crédito

Ao submeter cada comprador à análise de crédito, a loteadora acaba atuando de forma preventiva, não fechando negócios com pessoas que já têm um nome ‘sujo’ no mercado e que provavelmente atrasarão o pagamento das parcelas e se tornarão inadimplentes. Além disso, ela deixa de ceder um lote para um comprador com nome sujo para um com nome limpo, que dificilmente deixará de pagar as parcelas no prazo certo.

Hoje, existem vários serviços, como o SPC e o Serasa, que possibilitam a análise da situação de cada comprador e indicam se ele tem pagamentos pendentes em outras empresas. Com esses dados em mãos, os responsáveis podem permitir ou não o financiamento direto. Embora esse procedimento intimide alguns potenciais clientes, ele é fundamental para a empresa não ter prejuízos e dores de cabeça no futuro.

2. Negocie com cada cliente

Existem quatro tipos de inadimplentes:

  1. Os que pagavam as parcelas sempre em dia, mas estão passando por momentos difíceis e que, por isso, estão atrasando;
  2. Os que atrasam o pagamento uma vez ou outra;
  3. Os que sempre atrasaram o pagamento;
  4. Os que se tornaram inadimplentes porque se esqueceram de pagar a parcela ou não receberam o boleto emitido pela loteadora.

Conheça as melhores práticas para gerenciar a inadimplência no mercado de construção civil

A loteadora deve negociar com cada perfil de forma diferente, pois cada um tem suas razões para atrasar o pagamento das parcelas. Cabe aos responsáveis entender a situação do cliente e buscar formas de reduzir ou eliminar os problemas dos atrasos. E para saber qual o perfil de cada inadimplente, os gestores devem contar com um software CRM, que registra o histórico do relacionamento dos compradores com a empresa.

3. Envie os boletos das parcelas por e-mail

Muitas vezes, os compradores se tornam inadimplentes, mesmo que por um único mês, simplesmente porque a loteadora deixou de enviar os boletos impressos em papel. Ou porque a empresa responsável pela entrega teve suas operações paralisadas. Daí a importância de enviar os boletos para o e-mail dos compradores. Também é recomendável utilizar um software que envie automaticamente estes boletos, para que a entrega deles aos clientes seja assegurada.

4. Gere alertas de atraso

Mesmo recebendo o boleto, muitos compradores se esquecem de pagá-lo ou repassam esta tarefa para outras pessoas, que também caem no esquecimento. Uma forma de evitar essa situação é enviando alertas de atraso para os compradores, por e-mail, SMS ou telefone. Um sistema de gestão de inadimplência pode ajudar os gestores nesta tarefa, gerando uma lista com o nome dos compradores que não pagaram o boleto no prazo.

Controle mais fácil e eficaz

Ao seguir todas essas dicas, sua imobiliária conseguirá reduzir o número de inadimplentes. Mas se a gestão da inadimplência for realizada de forma manual, ela poderá tomar muito tempo. Por isso, é importante contar com o apoio de um software de gestão para loteadoras e imobiliárias, que emita boletos e registre o histórico de relacionamentos automaticamente e possibilite um controle mais fácil e eficaz da inadimplência.

E na sua loteadora, o que você faz para reduzir a inadimplência? Compartilhe as medidas que você toma com a gente nos comentários!



Noticias relacionadas

Descubra a importância de um sistema para loteamento

Descubra a importância de um sistema para loteamento

A expectativa para 2019 é que o mercado imobiliário continue crescendo e para acompanhar esse crescimento, fique atento as...

Saiba mais!
Gestão de Loteamento – Gerencie sua carteira com as soluções da Globaltec

Gestão de Loteamento – Gerencie sua carteira com as soluções da Globaltec

Há 4 fatores aos quais você deve ficar atento no gerenciamento de loteamento e da carteira de clientes, afinal...

Saiba mais!

ERP para sua loteadora – Descubra porque contratar

Com o objetivo de ajudar a se destacar no mercado, listando alguns motivos de porquê contar com um ERP...

Saiba mais!

Assine a Newsletter

E receba conteúdos exclusivos

A Globaltec atende no mercado de construção civil mais de 1000 clientes no Brasil através do ERP UAU - Software para constução civil


Quer descobrir como podemos ajudar seu negócio?


Entre em contato

Fale conosco: